Skip to Content

Review // Cobain – Montage of Heack

Be First!

Mais do que um documentário sobre a sua vida, Cobain – Montage of a Heack é uma viagem visualmente alucinante e desenfreada sobre essa cabeça perturbada que marcou uma geração, ou várias…

A vida de Kurt Cobain foi o que foi, mesmo sem ver o documentário calculava que tivesse sido algo semelhante.
Uma criatura inadaptada socialmente com a infância e adolescência marcadas por acontecimentos menos próprios que vão dar origem a um artista BRILHANTE, mas como não podia deixar de ser… um artista  transtornado e incompreendido, que encontra na musica uma forma de exprimir e exorcizar os seus demónios. Com um som bastante peculiar e letras ”sofridas” vai encontrar nos jovens da época uma legião de fã que não só adora a sua sonoridade irreverente como ainda se identifica com cada palavra que sai da boca de Kurt Cobain. Isto é apenas um resumo mínimo e redutor da sua vida e obra… mas o objectivo deste post não é falar da pessoa, mas sim do documentário.

MAS QUE DOCUMENTÁRIO…
A forma como a história é contada deixou-me agarrada ao filme desde o primeiro instante. Durante todo o documentário parecia que euzinha estava a ver  “ao vivo e a cores” o que se passava dentro daquela cabeça perturbada que foi a de Kurt Cobain. Os saltos da alegria para a profunda depressão, da euforia para momentos de criação artística são fenomenais e retratados de forma genial através do recurso a ilustrações dos diários, onde riscos e rabiscos retratam de forma criativa a sua maneira de pensar, as animações que contam partes da sua vida de forma onírica, tudo isto misturado com trechos gravados da sua própria vida ao som ”distorcido” que saiu da sua alma e os seus dedos e voz ofereceram ao mundo.

No fim do documentário parecia que eu tinha feito uma viagem febril em ácidos…

Claro que como pessoa inteligente que sou, lembrei-me de ver o documentário num dia semana às 23h, resultado… não consegui parar de ver até ao fim, e durante a noite, o meu sono foi perturbado varias vezes por aquelas imagens enérgicas cheias de cores e enaltecidas por acordes geniais. Escusado será dizer que de manhã a minha cabeça era um melão do tamanho do mundo.

 

Autor: Cristiana Cristo

Designer de Comunicação a tempo inteiro, colabora pontualmente com o Logingamer dando a sua opinião em 1ª mão sobre os filmes e séries que vai vendo.

Previous
Next