Skip to Content

Travelers (Viajantes no Tempo), uma série divisiva | Opinião

Travelers (Viajantes no Tempo), uma série divisiva | Opinião

Be First!

Opinião da Cristiana

Depois de terminar The OA cruzei-me com Travelers (Viajantes no Tempo) no Netflix e decidi ver o que é que esses moços vieram fazer ao passado.

Esta série tem sido uma agradável surpresa, não é uma daquelas sequências de episódios que tenho vontade de ver de penálti, mas estou mesmo curiosa em saber como é que isto vai acabar.

A história trata de uma equipa multidisciplinar que vem do futuro para corrigir alguns erros/desastres que aconteceram e que de futuro irão dar origem a um desastre apocalíptico. Desta vez, as viagens até ao passado não são feitas através de naves ou portais inter-dimensionais. Os viajantes vão hospedar o corpo de pessoas que estão prestes a morrer e assumir as suas personalidades, rotinas, lidar com as famílias, colegas de trabalho e amigos enquanto tentam levar a cabo a missão que os trouxe ao passado sem levantar qualquer tipo de suspeitas.

Embora a escolha do ”corpo hospedeiro” seja feita em função de dados históricos recolhidos no futuro, ás vezes as coisas não correm da melhor forma e o corpo que os recebe podem ter alguns ”defeitos de fabrico” com os quais estes viajantes vão ter de lidar.

As equipas que fazem a viagem são compostas por 5 elementos: 1 Lider  (o que coordena a coisa), 1 médico (o que socorre e trata), 1 militar (o que percebe de pistolas, facas e lutas), 1 físico (o que é tipo MacGyver e percebe de cenas)  e um historiador (o que estudou e memorizou todos os factos históricos do passado e ainda dá uns ”toques fortes” em computadores.

Vou no episódio 6 e até agora posso dizer que o Netflix acertou mais uma vez na receita.

Opinião do Simão

Quando comecei a ver a Travelers achei o conceito bastante interessante, mas a história em si acaba por deixar a muito a desejar.

Travelers a meu ver não sabe muito bem o que quer. Durante algum tempo há a missão a cumprir a qualquer custo, mas as vezes não interessa muito porque querem desenvolver as personagens. Nada contra a evolução de personagens, mas não só não os acho pouco originais como parece que as vezes nem há missão.

Há alguns pequenos plotwists mas não são nada de deixar cair o queixo. A meu ver não há nada nesta série que a destaque dentro do género de viagens no tempo, preferi muito mais por exemplo o 12 Monkeys que tambem se encontra disponivel no Netflix

Autor: Simao Cristo

Sou o fundador deste estabelecimento, Olá. Comecei esta vida de gamer desde gaiato e fui aos poucos adquirindo outros gostos como cinema, comics, animes, mangás, séries de TV.

Previous
Next