Skip to Content

The Expanse – Temporada 2 | Review

The Expanse – Temporada 2 | Review

Be First!

The Expanse voltou para a segunda temporada, continuando assim a história de uma das melhores séries de Ficção Cientifica dos últimos anos.

Nesta temporada podemos ver a continuação das aventuras da equipa de James Holden depois da descoberta da protomolécula e o destino de Julie Mao. Na segunda temporada de The Expanse foi explorado mais a protomolécula, o seu surgimento, quem estava envolvido e a sua dimensão. A segunda temporada pode ser dividida em duas partes, até ao episódio 5 e depois do episódio 6 ao episódio 13.

Na primeira metade a série foca-se maioritariamente na equipa de James Holden e na sua busca por informações sobre a protomolécula sendo que todos os episódios têm uma qualidade digna cinema. As personagens têm de tomar decisões o que cria conflito e muda um bocado a dinâmica da equipa.A carga emocional, flashbacks e desenvolvimento das personagens é mais que suficiente para deixar o espectador agarrado mas a série não fica por aí as cenas de acção, suspense e o CGI faz com que seja impossível desvia a atenção. Sendo o culminar destas característica o episódio 5 que foi dos melhor episódios que vi nos últimos tempos, sem falhas.

Na segunda metade a série perdeu o gás e nuns episódios o foco é o conflito entre Terra, Marte e o Belt, noutros a protomolécula e noutros os desenvolvimento puro e exclusivo de personagens. A história demora muito tempo a ser desenvolvida pois possui diálogos muito longos e pausados com um propósito pouco explícito. Os flashbacks e histórias secundárias são interessantes mas são introduzidos de forma confusa em termos temporais. As acções e reacções das personagens fogem, por vezes, à personalidade das mesmas, havendo personagens a inverter papéis. A segunda metade parece uma série completamente diferente da primeira.

Devido à qualidade dos primeiros 5 episódios da 2º temporada de Expanse, eu dou 7.5/10.

Autor: Catarina Vieira

Passo 50% do meu tempo a ver filmes, series e animes e os outros 50% a falar sobre eles. No tempo que me sobra sou estudante de Informática.

Previous
Next